sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Se eu tivesse de partir agora o que eu diria? Um dia a mais é um dia a menos, mesmo com todas as conquistas e aprendizados alcançados. Não se detenham com coisas pequenas, fúteis. Coisas que tomam o seu tempo, sua energia e sua alegria. As dores são necessárias, pois nos fazem humanos e nos mostram o quão frágeis somos. Portanto, não perca o melhor de você por causa da pequenez humana; siga seu rumo, sua alegria, mesmo com todas as críticas. Saibam que aquele(a) que sempre o(a) critica pejorativamente o faz pela necessidade de se sentir “superior”, mais importante. Entretanto, a grande dor de alguém assim é esquecer sua própria vida para interferir na de outrem. Não sejamos assim, afinal, o melhor de nós somos nós mesmos, desse modo, sejamos fruto das coisas boas e das boas pessoas que nos cercam. O resto, em grande parte das vezes, é perca tempo.