domingo, 22 de fevereiro de 2015

Aventuras de um Amor

Certa vez me deparei com um lindo jardim, havia ali belíssimas rosas. Não pensei duas vezes e o adentrei sem que ninguém permitisse. Quando percebo, seu dono me flagra numa ação suspeita. Ao me indagar sobre os motivos de eu estar a roubar suas flores, ele se solidarizou comigo. Expliquei-lhe que as rosas seriam para alguém muito especial. Depois disso, chamou-me para uma conversa, aconselhou-me sobre as coisas do coração, levantou-se em seguida, colheu mais algumas rosas, deu-me ainda alguns trocados e disse: leve as rosas, compre alguns chocolates e a leve para ver um bom filme, afinal, ela é uma garota de sorte; espero conhecê-la um dia, quem sabe assim, eu a convença de colocar um pouco mais de juízo em sua cabeça. Pena que este encontro entre eles nunca aconteceu e dessa história, essa foi a parte que nunca esquecerei.

Kico Seridó.