terça-feira, 12 de novembro de 2013

Ser quem se é

Penso que o homem que não carrega um pouco de polêmica consigo, que inibe seus instintos ou suas mais deliciosas vontades em nome de uma “normalidade” ponderada, perde a oportunidade de vivência o quão bom é ser louco de vez em quando.

Kico Seridó.