sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mude, transforme-se!



Não tenhamos medo da mudança, pois a essência desta é a dialética, o movimento, a transformação. Viver é transformar-se constantemente. 
Percebamos que com o passar dos dias algumas “coisas” ou pessoas já não mais nos inspiram, sequer tem a capacidade de nos fazer suspirar como outrora faziam. Entretanto, não nos entristeçamos por isso, visto que é justamente aqui em que somos desafiados a mudar. Tudo é movimento, as pessoas mudam, as pedras se movem, a natureza se transforma. 
Há quem diga que “nem tudo que é sólido se desmancha no ar”, por conseguinte digo, o que não é “verdadeiro”, mais cedo ou mais tarde se desfaz e virá “pó”. 
No mais, aceite a mudança, ou melhor, seja você o protagonista da mudança!

Kico Seridó.