quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

A peculiar durabilidade da felicidade.

"Depois de algum tempo, a vida me ensinou algo. Ensinou-me a correr atrás de objetivos e não de pessoas! Por quê? Porque os objetivos se conquistam, enquanto que as pessoas se encontram! Diante disso, tento aproveitar ao máximo cada momento, visto que ele é único em sua durabilidade peculiar de ser. Mesmo não tendo o total controle de meu destino, no que depender mim, busco sempre motivos para manter o sorriso sincero no rosto, o afeto pelas pessoas e a alegria de vivenciar cada novo amanhecer. Sentir-se assim é como provar algo que de tão bom não se encontra descrição. Sabe-se apenas que isto tem a capacidade de alegrar nosso dia, fazendo-nos estampar um belo sorriso no rosto, mostrando ao mundo que, mesmo sendo algo abstratamente passageiro, a felicidade pode ser plena em sua durabilidade eternamente momentânea. Assim, busquemos aproveitar o melhor da felicidade em sua peculiar e fascinante durabilidade."

Kico Seridó.