sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

O poder das palavras

Certa vez fui surpreendido por um pai de um amigo que acabara de conhecer. Ele me falou: “você muito especial, aliás, somos todos especiais”. Disse que eu possuía um dom incrível e que teria uma grande missão a cumprir. Segundo ele, ser feliz e fazer as pessoas felizes. Naquele instante fiquei com medo. Deveria mesmo era ter ficado contente e honrado com aquelas belas palavras. Confesso que fiquei muito lisonjeado, porém, sempre soube que certos talentos e dons são acompanhados de grandes responsabilidades e expectativas. Sei também que elas serão cobradas a “juros altos”.

O tempo foi passando e aquelas palavras não saiam de minha cabeça, afinal não me achava em nada especial. Hoje elas fazem parte de mim. Apesar de saber que não tenho grandes dons, passei a buscar sempre o melhor. Procurei vencer barreiras e cravar meu nome onde quer que eu esteja. O desafio sempre me levou a frente.

A cada barreira superada, a cada obstáculo vencido, vinham os elogios e os louros. Entretanto, sempre houve e haverá aqueles que querem nos derrubar e nos destruir, seja no campo profissional ou pessoal. Haverá quem queira sabotar nossos sonhos e nossa felicidade. Infelizmente não podemos controlar a maldade alheia. Podemos sim, fortalecer-nos para que as críticas não nos impeçam de buscar nossos objetivos.

Por falar em críticas, não façamos delas algo depreciativo e sim, que tenhamos nelas um meio a mais para tentarmos melhorar, mesmo que elas tenham sido proferidas para nos diminuir. Façamos dela uma aliada a mais para crescermos e melhorarmos. Não podemos nunca esquecer quem somos e que estamos nessa vida porque temos algo importante a cumprir. Se você ainda não encontrou seu propósito não se desespere, pois o encontrará. Por isso, não desista e busque-o sempre.

Muitas vezes ficamos abatidos com as palavras e atitudes alheias. Eu lhe digo para nunca perde a fé. Continue, mesmo que o caminho seja árduo, continue. Lembre-se, é sua felicidade que está em jogo, portanto não pare!

Precisamos encontrar o que amamos, seja no campo profissional, pessoal ou espiritual. Não reclamemos de nosso trabalho, pois mesmo ele tomando grande parte da nossa vida, tenha em mente que ele é digno de louvor e honra. Se ainda não faz o que gosta, tente gostar do que você faz, pois “o único meio de se fazer um grande trabalho é amando o que você faz. Caso você ainda não tenha encontrado o que gosta de fazer, continue procurando. Não pare.” Nunca pare; busque a felicidade onde quer esteja e não permita que ninguém o impeça de ser feliz.

Saiba que as palavras e as pessoas podem nos ajudar, por isso nunca perca a oportunidade de elogiar alguém ou deixar de confortar quem precise. Você pode até não saber ou não entender, mas as palavras têm um poder imenso. Desse modo, tome muito cuidado ao proferi-las, pois você poderá ser o responsável pela realização ou frustração dos sonhos de alguém.

Por fim, quero dizer que já ouvi muita coisa ruim, mas felizmente tive a sorte de ouvir e guardar comigo as belas palavras de um amigo e hoje as faço de fonte de inspiração para conquistar meus sonhos e meus objetivos. Espero sinceramente que você que me lê neste momento, também tenha tido ou venha a ter a mesma sorte que eu. Acredito que como eu você também encontrará alguém que te faça perceber que sem desafios a vida não tem tanta graça. Por conseguinte, abra-se ao desafio e busque seus sonhos. Enfim, permita-se ser feliz, busque a felicidade sempre, mostrando a todos que ser feliz é possível.

Kico Seridó.